Home Publicações IndexInvest Brasil IndexInvest Brasil 2016
IndexInvest Brasil 2016.1

1. Síntese dos Resultados

 

 

Investimentos realizados

 

No primeiro trimestre de 2016, o Index Invest Brasil registrou três operações de investimento realizadas por empresas brasileiras na América do Sul e México. Esse número é o mesmo observado em cada um dos dois últimos trimestres de 2015, quando também foram três as operações concretizadas. Não houve nenhum novo anúncio de investimento, o que confirma uma tendência identificada no período recente: em todo o segundo semestre de 2015, somente um investimento foi anunciado.

 

Em relação à distribuição de investimentos por países de destino, os investidores brasileiros seguem preferindo países do eixo Pacífico em detrimento dos membros do Mercosul, seguindo uma tendência iniciada em 2014. Nesse trimestre, México, Colômbia e Argentina receberam uma operação de investimento cada.

 

No que diz respeito à distribuição setorial dos investimentos, o destaque foi para o setor de serviços com duas operações, ambas no subsetor de serviços de informação. Na indústria, o investimento realizado foi no setor de alimentos e bebidas. Novamente, não houve investimentos em agropecuária, o último registrado tendo sido realizado em 2011.

 

A modalidade dominante de investimentos foram as aquisições, com duas operações e destaque para a BRF, que comprou a totalidade de ações da argentina Calchaquí, referência no mercado de frios da região. Além disso, houve uma operação do tipo greenfield.

 

 

Houve, no período, um registro de empresa brasileira encerrando as atividades na região. O Itaú BBA colocou à venda sua corretora no México, dezesseis meses depois de obter a licença para operá-la. O motivo, segundo executivos da empresa, é dedicar recursos para países como Argentina, Chile e Colômbia, onde o banco já tem a escala necessária para ser competitivo.

 

 

 

 

Busca