Home
Sobre o CINDES


Apresentação

E-mail Imprimir PDF

 

 

O CINDES foi criado em 2006 com o objetivo de contribuir para o aprofundamento do debate sobre as relações entre desenvolvimento e integração internacional do Brasil. Desde então o CINDES vem se consolidando como um centro de estudos policy-oriented, que analisa a política econômica externa do Brasil, suas posições e interesses em diferentes foros de negociação e cooperação internacional, a evolução do cenário mundial e seus impactos sobre a economia e as políticas econômicas do país.

 

Através de seus estudos, pesquisas e eventos de discussão, o CINDES se afirma como um think tank independente. Na nossa visão, a inserção internacional do Brasil deve ser orientada pelos seguintes valores:

 

  • defesa de um ambiente econômico e político internacional aberto e compatível com o paradigma do desenvolvimento sustentável;
  • apoio ao crescente envolvimento do Brasil nos temas de governança global e nas iniciativas de cooperação internacional voltadas para a produção
    de bens públicos globais e para a consolidação de uma ordem global multipolar;
  • defesa do exercício de uma liderança responsável do Brasil na América do Sul, por meio da promoção de uma agenda econômica ampliada
    (comércio, investimentos, infraestrutura e mudanças climáticas); e
  • defesa dos direitos humanos e da democracia representativa.

 

 

O CINDES trabalha com uma rede de organizações e especialistas, no Brasil e no exterior, desenvolvendo estudos e pesquisas, organizando seminários e reuniões e disseminando informações sobre integração e desenvolvimento econômico e social.

 


Linhas de trabalho do CINDES:


- América do Sul
- Comércio e Desenvolvimento Sustentável
- O Brasil e a Agenda Econômica Global
- Comércio, Políticas e Negociações Comerciais

 

 

 

 

 

Diretoria

Sandra Polónia Rios
Pedro da Motta Veiga
José Tavares de Araujo Jr.
Roberto Magno Iglesias

 

 

Conselho Consultivo

Carlos Mariani Bittencourt
Eduardo Augusto Guimarães
João Paulo Veiga
José Augusto Fernandes
José Serrador
Marcelo de Paiva Abreu
Pedro de Camargo Neto
Ricardo Markwald
Rubens Ricupero

 

 

 

 

Pesquisadores Associados

Adilson de Oliveira
Eduardo Augusto Guimarães
Eduardo Viola
Leane Cornet Naidin
Marta Castello Branco

Estagiário
Letícia Patiño Borges

 

 

Última atualização em Ter, 19 de Fevereiro de 2019 19:17
 

Katarina Pereira da Costa

E-mail Imprimir PDF

Katarina Pereira da Costa pesquisadora do Centro de Estudos de Integrao e Desenvolvimento (CINDES). Economista, com mestrado pela Universidade Federal Fluminense, j atuou como pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econmica e Aplicada IPEA (Rio de Janeiro). especialista em temas relacionados a Economia Internacional e Comrcio Exterior. Katarina professora de Economia Internacional e Macroeconomia I do Departamento de Economia da Pontifcia Universidade Catlica do Rio de janeiro.

Email: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Última atualização em Qui, 14 de Julho de 2011 13:08
 

José Tavares de Araujo Jr.

E-mail Imprimir PDF

 

José Tavares de Araujo Jr. é diretor do Centro de Estudos de Integração e Desenvolvimento - Cindes (www.cindesbrasil.org) e sócio da empresa Ecostrat Consultores (www.ecostrat.net); é doutor em economia pela Universidade de Londres, professor titular aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro, ex-Secretário Executivo da Comissão de Política Aduaneira - CPA (1985-88) e da Câmara de Comércio Exterior - CAMEX (1995), e ex-Secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda (2003-04); é autor diversos trabalhos publicados em cerca de dez países, nas áreas de comércio internacional, política de concorrência e organização industrial. Como consultor independente, prestou serviços a diversos organismos internacionais, como o Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Organização dos Estados Americanos (OEA), Comissão Econômica para América Latina (CEPAL), Associação Latino Americana de Integração (ALADI) e a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO).

 

Última atualização em Qua, 03 de Fevereiro de 2016 21:55
 

Eduardo Augusto Guimarães

E-mail Imprimir PDF

 

Eduardo Augusto Guimarães é engenheiro civil, economista e doutor em Economia pela University of London (1980). Eduardo foi pesquisador do IPEA, economista da FINEP, Diretor do Instituto de Economia Industrial da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Diretor de Pesquisa, Diretor-geral e Presidente do IBGE, Secretário do Tesouro Nacional, Presidente do BANESPA e Presidente do Banco do Brasil S.A. Ao longo de sua carreira foi membro dos conselhos de administração de várias empresas públicas e privadas e membro dos comitês de auditoria de empresas do setor financeiro.

Eduardo Augusto Guimarães foi professor do Departamento de Economia da PUC-RJ, do Departamento de Economia da UFF e Professor Titular do Instituto de Economia da UFRJ. Realizou atividades de consultoria junto a organismos internacionais: Organization for Economic Co-operation and Development- OECD, Development Centre; United Nations University, World Institute for Development Economics Research - UNU/WIDER; Banco Mundial; Comissão Econômica para a América Latina; Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD; Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID. Exerceu e continua a exercer atividades de consultoria - Confederação Nacional da Indústria, Fundação Centtro de Estudos do Comércio Exterior - FUNCEX, Agência Nacional de Transportes Terrestres, Agência Nacional de Aviação Civil e a associações empresariais e empresas privadas.

 

 

 

Última atualização em Qua, 03 de Fevereiro de 2016 22:34
 

Adilson de Oliveira

E-mail Imprimir PDF

 

Adilson de Oliveira é engenheiro químico formado pela Escola Politécnica da USP (1969), com pós-graduação em administração pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (1972), especialização em Economia da Energia pelo Instituto Econômico e Jurídico de Energia, da Universidade de Grenoble, França (1976) e doutorado em Desenvolvimento Econômico pela mesma Universidade (1977). Ingressou como professor da Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da UFRJ, onde participou da criação da área Interdisciplinar de Energia (atualmente Programa de Planejamento Energético). Em 1992 transferiu-se para o Instituto de Economia da UFRJ onde criou a área de Energia e permanece até hoje como professor titular. Foi diretor do Instituto de Economia, da Faculdade de Direito da UFRJ e do Colégio de Altos Estudos da UFRJ.

Ao longo de sua carreira acadêmica publicou diversos artigos em periódicos nacionais e internacionais. Como consultor desenvolveu trabalhos para diversas organizações nacionais e internacionais. Entre 1999 e 2001 foi coordenador de uma rede internacional de pesquisa que acompanhou Reforma das Indústrias de Energia (na Europa, na ásia, na América Latina e na África) financiada pela União Europeia. Durante a Reforma do setor elétrico, atuou como consultor do MME. Mais recentemente, atuou como consultor do Programa de Mobilização da Indústria do Petróleo e do Gás Natural (Prominp)

 

 

 

Última atualização em Qua, 03 de Fevereiro de 2016 21:59
 


Página 1 de 3

Busca